solidariedade

Solidariedade não tem fronteiras

R$35,00

Há exatamente 40 anos, a Copa do Mundo acontecia na Argentina. Mas, não muito longe dos estádios lotados, com seus gramados impecáveis, milhares de homens e mulheres estavam sendo torturados e mortos em campos clandestinos, vítimas da repressão sangrenta de uma ditadura militar.

Em São Paulo, o recém-formado grupo Clamor, aproveitando a atenção internacional sobre a Argentina, publicou o seu primeiro boletim com denúncias desses crimes. O grupo, durante seus próximos 13 anos, apoiado pelo arcebispo de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns, revelou o terror implantado pelas várias ditaduras do Cone Sul que integravam a organização terrorista supranacional conhecida como Condor, incluindo entre suas práticas criminosas o sequestro de crianças e assassinato de exilados.

Este livro, escrito por Jan Rocha, um dos membros do Clamor, conta pela primeira vez os bastidores das campanhas, missões e ações audaciosas do grupo que enfrentou as ditaduras e ofereceu solidariedade aos refugiados que chegaram em São Paulo.

REF: Solidariedade não tem fronteiras - a história do grupo Clamor, que acolheu refugiados das ditaduras sul-americanas Categorias , , Etiquetas: ,

Autor:
Jan Rocha

Número de páginas:
376

ISBN:
9788594820280

Editora:
Outras Expressões

Informação adicional

Peso 0.511 kg